Páginas

Mundo dos livros...

03 fevereiro 2014
Música do dia: Let's be friends - Emily Osment

Ai ai último dia de férias, que tristeza. Bom estudo, me lembra livros, e isso me faz pensar que eu costumo carregar muito peso na bolsa e nem sempre cabe tudo sabe? Ás vezes dá vontade de levar aquele livro pra dar uma folheada durante o dia, quando tiver uma brecha, sabe? Mas ai ele é grande demais, e não dá pra levar :(
Mas para esse pequenino problema, insignificante (sim, porque mesmo assim a gente costuma dar um jeito de levar o bendito haha), existem os perfeitos livros de bolso. Não são tão caros, são menores, pequenos até se formos comparar... E vamos combinar, as capas são uma gracinha na maioria das vezes.
Confesso que até hoje só tenho um, mas já estou de olho em mais 6 *-* Eu vivo babando pelo Clarice, do Benjamin Moser; também pelo Orgulho e Preconceito (Jane Austen), que inclusive virou um filme, pelo qual morro de amores também. Já o Admirável mundo novo, é mais como um desejo antigo nunca realizado, pois quem me falou dele foi o meu professor de Ciência (desde a 5ª série até o 3º ano do EM, quando já era meu professor de Biologia do EM), e eu ainda vou ter esse livro e devorá-lo, é tipo uma necessidade, só não sei quando será possível saná-la. Já o Alice - aventuras de Alice no país das maravilhas, é mais como um regresso a minha infância mesmo, porque eu curto a Alice. Agora o Diabo veste prada, é o meu sonho de consumo haha. Assim como o do Diário de Bridget Jones - no limite da razão. E o Dia do curinga (Jostein Gaarder) é um livro perfeito, que meu antigo professor de Filosofia me emprestou na primeira semana de aula quando eu estava apenas na 7ª série (acho).
Então hoje me deu vontade de sair procurando livros de bolso e vou compartilhar aqui o que eu achei. Alguns eu nunca nem se quer ouvi falar na minha vida, mas me parece que são muito bons, e interessantes até.

  • Viagem ao fim da noite - o nome me despertou o interesse, e quando li a sinopse o interesse permaneceu, porque embora ele não seja do estilo de livro que eu costumo gostar... Ele me pareceu ter uma história que pode surpreender.
  • A mulher do viajante no tempo - O nome novamente me deixou muito instigada. E ao ler a sinopse, posso dizer apenas 2 coisas: Me apaixonei precocemente por esse livro. E, eu o quero demais, preciso ler esse urgentemente.
  • Amor e perdição - eu já ouvi falar desse livro mas nunca fui atrás, e hoje reencontrando ele (não literalmente) me fez perceber que estou perdendo tempo sem lê-lo. Tem uma história boa, e que tende a nos fazer pensar muito sobre alguns temas da nossa vida.
  • O livro do riso e do esquecimento - Novamente o nome me chamou a atenção, principalmente a palavra "esquecimento". Não sei exatamente o que espero dele, mas acho que ele tem tudo para me inspirar bastante.
  • A viagem de Theo - o tema é a religião, um tema um tanto quanto complicado; e acho que isso me faz ficar mais curiosa sobre esse livro. Como será que a escritora o desenrolou? Será que foi sutil? Será que fez os questionamentos de modo mais intelectual possível? Isso só vou saber, lendo...

Agora eu me vou, porque amanhã eu pego a nova lista de livros para faculdade, e bom, os meus queridinhos sonhos de consumo terão que esperar por mais um tempinho até virem parar na minha mão e nas minhas vistas.

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.