Páginas

Por um Mundo Melhor e Incomparável!

17 dezembro 2015
“Compra uma caixa de lápis de cor e sai aí colorindo a vida.” — Tati Bernandi.
Teve palestra sim! Setembro também, mas eu esqueci de vir aqui comentar, e olha que eu estava feliz demais. Pois adivinhem... Conheci Mário Sérgio Cortella ♥ E sim, fiquei babando por aquele intelecto. Oh homem incrível! Só a fala dele me deixa boba, e viajando, claro.
Foi a palestra mais marcante do meu ciclo de palestras 2015, não perdeu nem para a do Pachecão, que foi incrível também. Talvez porque eu tinha uma vontade enorme de conhecer o Sérgio... Para vocês terem ideia, sai da palestra decidida a comprar todos os livros que ele mencionou durante a hora de palestra, e ainda de quebra adquiri um do Clóvis de Barros Filho (outro, pelo qual sou encantada), e um outro escrito por eles dois. Ainda não tive a oportunidade de ler, mas em Janeiro terei, durante minha viagem para o interior, embora eu ainda não tenha decidido qual livro eu levarei na mala. É bom que começo minhas leituras de 2016.

Agora voltando ás palestras, as de Setembro foram meio futurísticas, sobre as mudanças que estão acontecendo, a crise, o poder do conhecimento. E finalmente eu ouvi se materializando, por vozes influentes, o que eu sempre pressenti: O mundo será dos inteligentes. A era do dinheiro está em seu limite. Agora é a hora! Justo eu que sempre fui fascinada pelo mundo intelectual, e que, embora me rotulem como nerd, não passo nem perto disso e mal me adéquo ao mundo dos intelectuais. Mas uma coisa posso afirmar, vou passar a me esforçar para sentir pelo menos o gostinho desse mundo incrível. A faculdade esse semestre me deu uma prévia do que é, de como é bom conhecer, argumentar, pensar sobre as coisas, mesmo que isso traga sentimentos desagradáveis inicialmente; pois se ninguém ousar em pensar sobre, nada acontecerá, nada mudará. Pensar, é que muda o mundo! Junto com ações, claro.

Já as palestras de Outubro foram mais específicas sobre vendas, e motivação. Coisas que normalmente estão associadas nas situações. Não é muito minha área de interesse, em partes; pois também se vende uma imagem, uma ideia... E por isso as palestras do Eduardo Tevah e do Pachecão foram tão importantes. Abaixo vou deixar um vídeo (que achei na internet) com um trecho da palestra de Eduardo Tevah, sobre Diamantes; e outro do Pachecão sobre Motivação.


"E quando você gosta de uma coisa, você quer eternizar aquilo!"

O que mais me chamou a atenção nessas de Outubro foi sobre motivação, claro; e sobre como vender vontade de aprender, como ensinar a gostar de algo que é de doido. Ah e aprendi mais uma coisa que me encorajou para caramba: O mundo é dos loucos! O mundo ama os loucos! Principalmente porque são esses loucos que fazem a maior diferença, que vem para abalar e criar... Acho que tudo que é grande e genial, tem uma boa dosagem de loucura e coragem. Até para se ser louco é preciso uma puta coragem. E nessas falas, Pachecão acertou em cheio. Sai de lá, vibrante de tudo o que ouvi, e mais esperançosa. E sair com esperança pelas ruas nesses últimos tempos no Brasil, tem sido um verdadeiro milagre, vamos confessar...

Meses depois das palestras, eu continuo motivada a tentar cada dia mais, superando meus limites, e a arriscar. E você, o que está disposto a arriscar? Com o que você pode contribuir para um mundo melhor? Á quais momentos você irá se entregar?

2 comentários

  1. Palestras são sempre o máximo, né? Parece que saímos de lá como pessoas renovadas, querendo mudar o mundo e ser cada vez melhores!
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, a gente sai delas dispostos a mudar o mundo haha É ótimo para reviver alguns princípios nossos que a gente larga no meio da rotina...
      Obrigada pela visita moça *-*

      Excluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.