Páginas

Mais um ano, mais tarefas!

18 fevereiro 2016
O que importa é não desanimar. (Clarice Lispector)
Volta ás aulas é sempre algo que me "assusta" um pouco, mas mais no sentido de não dar conta do recado sabe? Eu não faço ideia do que vem pela frente no meu 4º ano de Psicologia, embora vislumbre alguns fatos, como:
  1. Irei para a Clínica da faculdade pela primeira vez
  2. No segundo semestre, estarei atendendo na mesma clínica
  3. Preciso começar a estagiar, em uma empresa legal
  4. Começo a ter, finalmente, as matérias mais específicas das outras áreas da Psicologia...
  5. Os trabalhos e relatórios serão constantes
  6. Minhas leituras universitárias terão que ser mais intensas, se eu quiser aprender os conteúdos
  7. A turma está bem menor,e  com isso os grupos ficam diferentes...
  8. Minha vida talvez não acompanhe a dinâmica do meu curso

Tudo isso são incógnitas, que só serão resolvidas no decorrer do primeiro semestre. Até Abril, eu ainda vou ficar com esse sentimento, essa ansiedade; o que não é nada bom para mim. Então eu vou fazer de tudo o possível, para que eu balanceie bem minha vida social, a universitária e a saudável. Tentando encontrar um equilíbrio compensatório.

Sei que o ano que vem na faculdade, será uma loucura. Mas se eu der conta de estagiar, atender na clínica e estudar; acho que conseguirei me sair bem melhor nos estágios obrigatórios do ano que vem. Então preciso me empenhar o máximo possível nesse ano, para já pegar um bom ritmo para o próximo, não?

Mas o que eu realmente vim contar  hoje, é que minhas aulas finalmente voltaram dia 17/02/2016, depois de 2 meses e meio de férias; e que eu já estou pronta para a carga de trabalhos e leituras que virão. Afinal, eu preciso começar por algo, se quiser dar conta do recado.

Não quero pensar em ter que abrir mão de nada, ainda. Vou levar o curso de coreano e o de Matemática Financeira, até onde eu conseguir; modificando horários, se for possível. A minha hora de estudar é agora! Pelo menos planejo que esse tempo se estenda até meus 30 anos, para eu não me arrepender de não ter feito algo que queria...

Para confessar, até prefiro a vida assim, na correria, com muitas tarefas... Para eu chegar em casa caindo de cansaço, e deitar na cama para apagar, com a sensação de que fiz o meu melhor em cada área da minha vida naquelas míseras 24 horas.

E você, costuma sentir esse misto de sensações? Se orgulha do que faz do seu dia?
 

2 comentários

  1. Oi Sarah,
    O período da faculdade é mesmo muito intenso, mas com o tempo as coisas tendem a se acalmar, me orgulho de algumas coisas outra nem tanto... Espero que consiga atingir todos os seus objetivos bravamente... Sucesso!!!
    Bjs❤
    Abrir Janela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá moça. Tudo bom?
      Nossa começo de faculdade é sempre tão bagunçado... Que chega a dar preguiça de vivenciar tudo isso.
      Estágio, TCC, leituras enormes e complexas, a convivência em turma (que nem sempre é boa...), professores novos, novas exigências... Tudo uma delícia, mas vem tudo de uma única vez. Haja coração haha
      Você também faz faculdade? Já fez? Conta um pouquinho mais de você, moça... Vou gostar de saber!
      Opa muito obrigada! Força, foco e fé, para nós duas, e que possamos bater todos os desafios, sorrindo, de preferência!

      Excluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.