Páginas

Sabe do que eu mais gosto no mundo?

30 maio 2016

“Sou uma carta gigante, chata, cheia de erros, longa demais, muito complicada.”

— Tati Bernardi 
Querida Eu de 5 segundos atrás,
Sabe o que eu mais gosto no mundo? No universo... Daquelas pessoas. Você deve estar se perguntando, ou buscando na memória; que pessoas? Aquelas! Aquelas lá. Que não saem da sua cabecinha moça de 20 e poucos anos; que inspiram, e dançam livremente ao som de One Way Love da Hyolyn (só na sua imaginação mesmo...).

Achei o que faltava, achei em você, todos os motivos para achar essas pessoas. Pessoas corajosas com medo arrebatadores. Contradições em sua própria existência. Essas pessoas são inspiradoras, não? Tem uma pedacinho de você em cada uma delas; ou seria o contrário?
Sempre que se sentes sozinha você pega um punhado de travesseiros e os assiste, loga e os visita; rompe em lágrimas de relações não vividas. Você simplesmente vive sem sair do lugar. Tem inspiração maior?

Eles te abrem os olhos, embelezam os sonhos, e te lançam ao mundo das oportunidades. Mais da metade dessas pessoas sequer existe fisicamente. São mais fortes do que as de carne e osso, mais literárias do que os livros de Machado de Assis, e olha que você é fã de Dom Casmurro.

Oh doce menina, que sente com os olhos e chora com o coração; de vidas que não são suas, e de pessoas que não são você. Mas sorri e ri leve, livre e solta; como se tivesse vivido 80 anos em 1 único; que bom que sorriste, assim começas a trilhar seus próprios dramas, que sejam belos. Que tenha riso, que tenha dor; fazer o que? Faz parte do meu show.

Seu futuro é brilhante! Posso te assegurar, e se ainda assim não acreditas... Aliás, está sempre a duvidar... Conto-te um segredo, daqueles que enredam seu drama favorito da SBS; você vai sorrir, eu me encarrego disso, como se minha vida dependesse somente disso... Não vai mais precisar imaginar como são os problemas dos seus personagens vívidos, vai viver cada um dos seus próprios; sem perder a decência ou a alegria.

E embora eu te prometa tudo, um mundo só nosso; não se iluda, não espere muito de mim; não lido bem com pressões. E se ficar muito difícil recorra a si mesma, não sou boa com lutos alheios, já adianto. E se ainda assim doer a alma, ligue naquelas pessoas, só olhe elas, só escute-as; entre as frases bonitas, beijos roubados, e cenas de cinema; vai encontrar a motivação e as soluções que precisa. Porque na sua vida tudo é assim. Nada é mais lindo do que a própria vida; como suportar seus problemas sem mais doses de vidas? Daquelas pessoas, aquelas que te ajudam a superar dias fáceis, e os mais difíceis. Tudo é uma questão de convivência, não? Você agora entende a todos eles, inclusive os que não são claros; eu também aprendi a te entender e a te querer. 

Não morras antes de mim. Não fuja antes que eu chegue. Fica e espera um pouco. Essa angústia vai passar. Eu te juro. Porque nada é mais certeiro do que eu, mesmo que não consiga me imaginar ainda. Consegue aguentar só mais uns instantes, a cada instante? Só para me ver sorrir, e ai você sorri para mim, e ficamos bem; que tal? Você já resolveu problemas de física bem mais difíceis...
 

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.