Páginas

Uma vida que se recusa a ser morna!

31 outubro 2016
Ela me mostrou o mundo, e falou que se eu me esforçar ele será todo meu. — Tumblr Harmonicamente
Confessa, vai! Você também já se sentiu sem rumo, meio perdido. É a mesma sensação de ter o mundo nas mãos e não saber o que fazer; e não ter nada do que se quer; e também não saber o que fazer.

Arrumar um sentido de vida não é difícil, difícil é você perceber qual o é. Muitas vezes a gente vive sem perceber, sem se perceber. A gente vai levando a vida, levianamente, como se fosse uma fase inútil do candy crush (nada contra candy crush, mas a vida é muito mais do que isso...).

A vida também fala conosco, ás vezes grita, dá umas porradas violentas... Ela se faz presente, quando a gente quer se anular! Não espere ela te expulsar para você perceber o quão valiosa ela era.

O que a sua vida tem lhe sinalizado? Você tem olhado para ela? Isso tudo não é só uma crisezinha dos 20, ou 30 anos, nem só uma crise like "70 anos e agora?"; é um crise diária, que faz você ser um Eu melhor a cada amanhecer... Não é possível você se ignorar tanto assim... Crises não podem ser simplesmente evitadas, só porque assim se deseja! Ou não seriam crises.

Com o tempo o nosso relacionamento com nossas crises amadurece. Como se fosse um casamento, sabe? Mas não existe divórcio, no máximo um "Não quero te ver, some daqui!" e depois de uns dias ela volta pra casa, e tudo volta á normalidade.

Uma vida sem crises não tem graça! Ser o mesmo o tempo todo enjoa, não te leva a lugar algum... Então quando a próxima crise te olhar, não fuja; olhe para ela, a cumprimente, e veja no que dá...


1 Comentário

  1. Acho que me acostumei a viver em crise em determinadas épocas hahahaa, faz parte, mas o importante é não deixar ser o centro da sua vida e continuar indo em frente hahhaa.

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.