Páginas

A 220 volts!

05 junho 2015

Música: Fifth Harmony feat Kid Ink - Worth it

Se eu quisesse conhecer o interior de uma mulher, tomava um raio x dela!  Paulo Gustavo
A uns - confesso, muitos- sábados atrás (19/04/15) eu tive a grande chance de assistir um cara incrível e inenarrável em palco ( na peça 220 Volts - São Paulo). Esperei meses e o dia finalmente chegou, e eu não conseguia me conter de tamanha felicidade. Sei que demorei para vir contar, mas é que as coisas ficaram BEM corridas (ainda bem!). AH,e  para os que não sabem, estou falando do talentoso Paulo Gustavo. *-*

Como se não bastasse tudo o que gastei e enchi para conseguir assisti-lo, ainda arrastei meu pai para ir junto c: E valeu muito a pena, embora eu quase tenha apanhado no começo, quando os caras bonitões ( vulgo: dançarinos talentosos) começaram a dançar sem camisas (PS: o que foi BEM legal, diga-se de passagem haha); mas depois até ele curtiu o passeio. Aliás, eu acho que ele nunca tinha ido a um teatro, foi sua primeira vez, a primeira de muitas, pois esse ano eu decidi que queria ser mais frequente em passeios mais culturais e menos tecnológicos, sei lá; investir em coisas diferentes.

Agora voltando ao espetáculo... Foi incrível, vale o investimento financeiro e ter andando tanto para chegar no Procópio Ferreira. Aliás, olhem só onde vieram os ingressos haha 

Um charme, não? *-*

Aliás, o teatro é lindo! Parece pequeno, meio perdido numa rua sem muito sentido, mas é grandão, e a sala é gigantesca e bem elaborada, sem muita frescura, prática e cheia de funcionários nos orientando; estavam de parabéns.

Na entrada, havia a coleção de roupas do Paulo Gustavo, mas eu nem pude observar, pois meu pai estava com presa na saída, e na entrada nós estávamos achando que chegamos muito em cima da hora (fora a curiosidade para ver como era a sala); e também eu tinha um pequeno compromisso depois do teatro, que envolvia chegar na casa da vóvis antes das 22hs, então...

Sobre a sala do espetáculo... Gigante, linda, bem cuidada, com luzes... Parecia que tínhamos entrado em uma balada por engano; uma Dj mandando ver em músicas atuais para gente ir relaxando enquanto esperávamos, e então os dançarinos (os mesmo dos quais pesquisei os insta's e coisas relacionadas, pois além de lindos, alguns me chamaram muito a atenção pelo modo como dançavam, me fazendo lembrar do tempo em que fiz aulas de dança #momentonostalgia) entraram e começaram a dançar, passearam por entre as poltronas também, tiraram fotos com quem queria... Foi surpreendente, confesso.

O espetáculo em si foi maravilhoso, não me decepcionou em nada não, eu curti bastante, ri bastante, e também me fez refletir sobre muitas questões. Sim, eu quando vejo peças e filmes, agora, tenho me atentado ás mensagens que está por trás das encenações; tudo ensina muita coisa, e traz temas da nossa realidade que ás vezes esquecemos. O Paulo viveu em 1 hora e pouco algumas mulheres, todas elas com seus trejeitos e situações reais, ele deu vida a personagens cômicos, porém respeitosos, que se impõem perante a realidade, uma verdadeira arte, não apenas jogo de marketing...
Preciso agora me certificar se terá outro espetáculo dele aqui em São Paulo, porque assim eu posso começar a juntar dinheiro para ir vê-lo, dessa vez com minha mãe *-*

Bom, abaixo segue um vídeo que procurei na internet sobre a Senhora dos Absurdos que rolou na peça, que é uma das muitas mulheres distintas que Paulo dá vida.


Senhora dos Absurdos - São Paulo - 14/03/2015

Bom é isso!Espero que se interessem pelo trabalho dele, e quem já conhece e gosta, que continue atrás do que ele faz, pois é realmente muito bom, e eu, particularmente, adoro e recomendo.

2 comentários

  1. Quando fui entrar no teu blog apareceu um aviso de vírus, acredito que não tenha ocorrido apenas comigo. To avisando pq você pode tá perdendo leitores, então era bom tu dá uma olhadinha pra descobrir o que tá acontecendo.

    www.semsorte.com

    ResponderExcluir
  2. Realmente deu aviso pelo avast aqui, eu removi como sabia, mas não sei se funcionou porque era relacionado as propagandas do Google+ e tals.
    Valeu pelo aviso.

    ResponderExcluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.