Páginas

Um pedido de desculpas, calcado na Saudade!

07 julho 2016
A saudade é bonita só na poesia… Na vida real ela arde. — Clarissa Corrêa
E hoje eu senti sua falta. Doeu, doeu muito.
Você se foi a anos e eu ainda não sei como é viver com você, ou sem você; evito pensar em ti pois nem sei do que lembrar ao certo, meus flash's de memória são traiçoeiros, ainda mais com aquela idade... Mas de uma coisa eu lembro muito bem, ainda mais quando não tenho mais ninguém em que pensar, o que eu sentia na sua presença era acolhedor, um sentimento gostoso, que a muito tempo eu não sinto com ninguém. 

Talvez porque eu era pequenininha e eu não entendia nada do mundo, tanto é que eu nem soube quando você se foi. Ou eu soube e apaguei da minha memória pois aquilo iria me fazer sofrer muito. Eu só tenho registros de saber que estava vivendo sem você lá pelos meus 10 anos, por que será? Porque boa parte da minha vida eu não lembro, nem sei ao certo o que aconteceu? Será que com todo mundo é assim, tio? Ou será que eu era só uma criança assustada, que viveu coisas ruins, resolveu simplesmente ignorar a realidade e tentar sobreviver da melhor forma possível?

Eu sei que eu já te vi depois daquilo, quando eu já sabia que você não estaria mais lá, que aquele homem bom e sorridente não iria mais me levar em casa da carro; você apareceu para mim, o senhor lembra? Eu lembro, eu sabia quem era você, mas você veio acompanhado, e ai eu tive certeza que você me guardava sempre. Desde esse dia, quando eu me sinto muito desesperada ou triste, eu fecho os olhos com força e desejo com toda minha alma que você apareça de novo, mesmo que seja só a sensação do seu abraço, isso já me reconfortaria; o senhor me deixou sozinha a tanto tempo, e até hoje eu não sei porquê isso tinha que ser assim. Perdi em meados dos meus 5 anos (acho, eu nem me lembro mais) o homem que tinha tudo para ser o melhor padrinho, o meu melhor amigo, alguém para confiar, alguém para proteger.

Sinto sua falta tio, e só hoje eu me deu conta que era de você, eu sempre soube que faltava algo muito grande em mim, e você é parte disso; demorei muito para pensar a seu respeito, talvez porque isso me faça sofrer, mas agora eu sei, que é de você que tenho sentido tanta falta durante toda minha vida.

Sinto falta de todos os momentos que compartilhamos e eu não consigo me lembrar, sinto mais falta dos momentos que lembro do seu sorriso e da sua voz; sinto também falta de todos os momentos que não pude ter contigo, mas que de alguma forma eu sei que você me acompanhou.

Desculpe se eu te esqueci, tio. Se eu não me lembrei por tantos anos. Acho que eu estava só tentando me proteger, afinal eu não sei lidar com a sua perda, nunca saberei; mas também nunca vou deixar ninguém perceber. Você sempre vai ser a minha saudade mais bonita.
O que eu não daria por um abraço seu?


1 Comentário

  1. Que texto lindo e emocionante. A dor da perda é realmente muito grande e não se sinta culpada se você a guardou em um lugar bem profundo dentro de você. As vezes a gente faz isso e nem percebe, apenas para não sofrer tanto. Sei que ele está sempre te olhando e te protegendo. Beijos!

    http://apaixonadaporfinaisfelizes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.