Páginas

Kdrama!

24 agosto 2015
Como belas histórias, os melhores capítulos passam rápido. — Avenged Sevenfold.

Para quem não sabe, lá vai: Eu sou louca por dramas coreanos (quando digo dramas, digo: novelas, filmes, seriados... e afins, não só o gênero drama ok? Mesmo porque prefiro as comédias.).
Acho que ano passado isso podia até ser algum segredo; hoje não mais, pois muita gente já sabe. Incluindo alguns alunos.
Ah e como tem a Coréia do Sul e a Coréia do Norte.. Só para deixar claro, eu sou amante da Coréia do Sul ok? E sim, tem diferença!

Mas por quê Sarah?
Simplesmente porque eles são geniais na elaboração; em tudo, dede o roteiro incomum (ao meu ver...), até a estruturação dos personagens, suas escolhas, os efeitos audiovisuais... Enfim, tudo ali me agrada. Até mesmo o idioma: coreano.
Eles são os melhores, sem precisarem apelar para baixarias, fugindo das nossas realidades (quando digo nossas, quero me referir ao Brasil, que é bem diferente de lá). Eles trazem temas importantes, e que eu gosto, como a lealdade, rotina, vida familiar, honra, o respeito... Algumas coisas que a gente precisa resgatar.

Desde quando isso?
Eu acompanho esses dramas desde 2009 (provavelmente). Eu gostava tanto, que os primeiros que vi estavam legendados em inglês, depois alguns em espanhol; e só em meados de 2013 eu encontrei lugares onde disponibilizavam eles legendados em português. E quando achei, eu não pude me conter de tanta alegria, sério! Vocês não tem ideia do quanto eu sofria para ver um episódio de 1 hora no Youtube! Eu parava toda hora (vulgo: minuto), porque tem vezes que eles falam rápido demais, e a legenda acompanha esse ritmo, e eu não tinha tanto "fluência" quanto hoje em Inglês (mesmo porque eu treinava pouco e ainda estava aprendendo...).
Mas isso é assunto para depois, ai eu venho tratar melhor dessa questão das minhas fontes de dramas coreanos.

Se eu assisto novelas brasileiras?
Não. E nem sinto falta. O que gosto mesmo é chegar em casa, depois de um dia de estudo e trabalho, ir jantar vendo meus kdramas (korean drama= dramas coreanos).
No começo meus pais achavam loucura, idiotice até; mas esses dias (especificamente, nessa segunda - 20/07/2015) eu ouvi do meu próprio pai algo tipo: 

— Por que você não escreve para alguém de lá? (Nota: "lá" = Coréia do Sul) Você só sabe acompanhar essas novelas, vai que um roteirista te responde?

Eu fiquei tão feliz, não só pela ideia, mas pelo meu pai ter reconhecido que isso (kdramas) é importante para mim e me faz bem. Fora que a ideia de me comunicar com eles, nunca tinha passado pela minha cabeça, e me encheu de boas ideias.
Já a minha mãe nem se espanta, ela desde sempre repete: 

— A Sarah nasceu com um pézinho lá na Ásia, só pode! Agora o discurso mudou e irou: Em outra vida, ela só pode ter sido Coreana, não tem outra explicação!

Quem sabe, não?

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.